REGULAMENTO DA PROVA



6ª VOLTA CICLISTICA CIDADE DE PATU
REGULAMENTO:
1) TIPO DE PROVA - ESTRADA

DATA: 16 DE JULHO DE 2017
HORÁRIO DA LARGADA: 08: 00
LARGADA E CHEGADA: PRAÇA DO POVO
MODALIDADE: PROVA DE CICLISMO DE ESTRADA
DISTÂNCIA:CATEGORIAS: ELITE 100 KM|MASTER "B" e MTB 60KM | MASTER "C" 30KM E FEMININO 30 KM.
REALIZAÇÃO: PATU BIKE TURISMO

2) CATEGORIAS / VALORES DAS INSCRIÇÕES:
ELITE MASCULINO (ABERTA) SEM LIMITE DE IDADE
MASTER B - 40 A 49 ANOS COMPLETOS.
MASTER C - 50 ANOS OU MAIS
MTB - MOUNTAIN BIKE (PENEU 26X1,50 OU SUPERIOR) - (ABERTA) SEM LIMITE DE IDADE
FEMININO (ABERTA) SEM LIMITE DE IDADE
VALOR DA INSCRIÇÃO: ON-LINE: R$ 50,00, NO LOCAL DA PROVA: R$ 60,00.

3) ENTREGA DO KIT DA PROVA
TODOS OS INSCRITOS TERÃO DIREITO A UM KIT COM O NUMERAL PARA A BICICLETA, E OUTRO PARA CAMISA A SER RETIRADO NA TENDA DA ORGANIZAÇÃO NO DIA DA PROVA NO LOCAL DE LARGADA NO HORÁRIO DE 6H30M ÀS 7H30M. PARA RECEBER ESTE KIT , O CICLISTA DEVERÁ APRESENTAR A CONFIRMAÇÃO DA INSCRIÇÃO OU DOCUMENTO DE IDENTIDADE.

4) LARGADA
 1- OS HORÁRIOS DETERMINADOS PARA LARGADA SERÃO RIGOROSAMENTE OBEDECIDOS NÃO SE ADMITINDO ADIAMENTO , SALVO EM CASOS FORTUITOS OU SEJA DE FORÇA MAIOR E SEMPRE PÔR DECISÃO DO DIRETOR DA PROVA OU DO PRESIDENTE.
 2- O CICLISTA DEVERÁ DAR A LARGADA MANTENDO UM DOS PÉS NO CHÃO, SALVO EM PROVAS ESPECIFICAS QUE ASSIM O DETERMINEM.
 3- EXCEPCIONALMENTE EM CASO DE NECESSIDADES O HORÁRIO DA LARGADA PODERÁ SER ANTECIPADO.
 4- O CICLISTA DEVERÁ ESTAR PRESENTE NA LARGADA OU LOCAL DETERMINADO PELO DIRETOR DA PROVA, NO MÁXIMO COM 05 (CINCO) MINUTOS ANTES DO HORÁRIO PROGRAMADO PARA LARGADA.
 5- NO MOMENTO DA LARGADA O CICLISTA DEVERÁ ESTAR ATENTO ÀS ORIENTAÇÕES DO DIRETOR SOBRE A PROVA, E LOGO APÓS AS LARGADAS CICLISTAS QUE CHEGAR A ATRASO NÃO MAIS PODERÁ PARTICIPAR DA MESMA.
6- QUANDO AS CATEGORIAS LARGAREM SEPARADAS EM HIPÓTESE ALGUMA PODERÁ MISTURAR-SE COM OUTRAS CATEGORIAS , NO CASO DOS CICLISTAS QUE DESRESPEITEM SERÃO DESCLASSIFICADOS DA PROVA CASO SEJA TODO PELOTÃO , NÃO HAVERÁ CLASSIFICAÇÃO PARA ESTA CATEGORIA (SALVO OS CICLISTAS EM FUGA OU EM ATRASO QUE NÃO PARTICIPARÃO DA IRREGULARIDADE) , SOMENTE EM PROVAS COM AUTORIZAÇÃO
ANTECIPADA DO DIRETOR E QUE O MESMO POSSA AUTORIZAR A MISTURA DAS CATEGORIAS.
7- A PREFERÊNCIA DE ULTRAPASSAGEM SERÁ PARA CATEGORIA QUE LARGOU APÓS, A CATEGORIA ALCANÇADA DEVERÁ DAR PASSAGEM MANTENDO-SE A DIREITA DA PISTA, DIMINUINDO A VELOCIDADE.
8- DE ACORDO COM A NECESSIDADE PODERÁ HAVER LARGADAS SIMBÓLICAS. NESTE CASO OS CICLISTAS DEVERÃO SEGUIR NA VELOCIDADE DETERMINADA PELA DIREÇÃO DA PROVAS.
 9- NO CASO DE ACONTECER A LARGADA SIMBÓLICA, A LARGADA OFICIAL PODERÁ ACONTECER APÓS UMA BREVE PARADA OU COM O PELOTÃO EM ANDAMENTO.

 5) PERCURSO ESTRADA, APOIO MECÂNICO E VEÍCULOS DE APOIO.

1- A PROVA SERÁ REALIZADA COM QUALQUER TEMPO, A NÃO SER CATÁSTROFE, OU POR FALTA DE BATEDORES DAS AUTORIDADES DE TRANSITO E MÉDICAS.
2- NA PROVA OS CICLISTAS DEVERÃO SEGUIR OBRIGATORIAMENTE SEMPRE PELO LADO DIREITO DA PISTA , FICANDO ASSIM O LADO ESQUERDO PARA O USO DAS AUTORIDADES COMPETENTES E O TRABALHO DE FISCALIZAÇÃO DOS COMISSÁRIOS DA PROVA E LIVRE PARA PASSAGEM DE VEÍCULOS.
3- NA PROVA O APOIO MECÂNICO DEVERÁ SER OBRIGATORIAMENTE SER FEITO SOMENTE DO LADO DIREITO DA PISTA E NO ACOSTAMENTO.
4- A TROCA DE BICICLETAS RODAS E PEQUENOS REPAROS DEVERÃO SER EFETUADOS OBRIGATORIAMENTE ATRÁS DO PELOTÃO SENDO TERMINANTEMENTE PROIBIDO FAZE-LO A FRENTE OU AO LADO DO PELOTÃO.
5- É TERMINANTEMENTE PROIBIDO O USO DE MOTOCICLETAS NO ACOMPANHAMENTO DAS COMPETIÇÕES A NÃO SER QUE TENHAM COMISSÁRIOS DA ORGANIZAÇÃO.
6- AS MOTOCICLETAS SÃO DE USO EXCLUSIVO DOS COMISSÁRIOS, PODERÁ SER AUTORIZADO O SEU USO PARA IMPRENSA E DEMAIS SITUAÇÕES COM EXPRESSA AUTORIZAÇÃO DO DIRETOR DA PROVA.
7- OS VEÍCULOS DA CARAVANA FICAM PROIBIDOS DE TRANSITAR COM AS PORTAS ABERTAS, BEM COMO SEUS OCUPANTES DE COLOCAREM O CORPO PARA O LADO DE FORA. ALÉM DE PERIGOSO, INFRINGE O CÓDIGO NACIONAL DE TRÂNSITO.
8- A FRENTE DO PELOTÃO OU DOS CICLISTAS EM FUGA 100 (CEM) METROS , NÃO SERÁ PERMITIDA A PRESENÇA DE VEÍCULOS QUE NÃO SEJA COM À AUTORIZAÇÃO DO DIRETOR DA PROVA.
9- DURANTE A PROVA OS VEÍCULOS DA CARAVANA TERÃO UM COMISSÁRIO COMO RESPONSÁVEL,DEVENDO ACATAR SUA DECISÕES.

10- OS CICLISTAS, DIRIGENTES E ACOMPANHANTES EM GERAL ASSUMEM TOTAL RESPONSABILIDADE PÔR TODO E QUALQUER ACIDENTE A QUE EVENTUALMENTE DEREM CAUSA.
11- OS VEÍCULOS DE APOIO NÃO PODEM EM HIPÓTESE ALGUMA ULTRAPASSAR O PELOTÃO, TAMPOUCO O CARRO DO COMISSÁRIO, E SOMENTE O COMISSÁRIO É QUE PODE AUTORIZAR O VEÍCULO QUE FAÇA A ULTRAPASSAGEM (SE HOUVER MOTIVO PARA O TAL).
12- AS AUTORIDADES ENCARREGADAS DO POLICIAMENTO E SEGURANÇA RETIRARÃO OS VEÍCULOS ESTRANHOS DA PROVA OU AQUELES QUE DESRESPEITEM AS DETERMINAÇÕES DO REGULAMENTO.
13- OS VEÍCULOS DA CARAVANA ESTÃO DURANTE A PROVA SUBORDINADOS AS LEIS DE TRÂNSITO E DESTA FORMA, SÃO RESPONSÁVEIS PÊLOS ACIDENTES QUE DEREM CAUSA.

6) ABASTECIMENTO
1- ENTENDE-SE PÔR ABASTECIMENTO QUANDO O CICLISTA RECEBE DE ALGUMA FORMA, ALIMENTOS E LÍQUIDOS.
2- É PROIBIDO O USO DE RECIPIENTES DE VIDRO SOB QUALQUER HIPÓTESE..
3- O ABASTECIMENTO NA PROVA DEVERÁ SER REALIZADO DA SEGUINTE FORMA, O CICLISTA DEVERÁ ESTAR ATRÁS (ÚLTIMO) DE O PELOTÃO ESTAR DO LADO DIREITO DA ESTRADA, LEVANTANDO O BRAÇO PARA CHAMAR O SEU VEÍCULO DE APOIO; QUE FICARÁ DO SEU LADO ESQUERDO NA MESMA VELOCIDADE DO PELOTÃO , O DIRIGENTE DEVERÁ FAZER O ABASTECIMENTO DE CIMA DO VEÍCULO O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL ESTE ABASTECIMENTO SÓ PODERÁ SER REALIZADO COM A DEVIDA AUTORIZAÇÃO DO DIRETOR DA PROVA OU COMISSÁRIO.

7) CHEGADA
1- A CHEGADA SERÁ SINALIZADA PELA BANDEIRA QUADRICULADA.
2- EM CASO DE CHEGADA EM PELOTÃO COMPACTO, O COMISSÁRIO DE LINHA E DIRETOR DE PROVA CLASSIFICARÁ OS CINCO PRIMEIROS COLOCADO.
3- APÓS A CHEGADA OS CICLISTAS DEVERÃO PROSSEGUIR EM LINHA RETA NO MÍNIMO 100 (CEM) METROS, E NÃO DEVEM FREAR BRUSCAMENTE NÃO PODENDO RETORNAR NO SENTIDO CONTRÁRIO.
4- EM CASO DE NECESSIDADE O CICLISTA PODERÁ TERMINAR A PROVA CARREGANDO OU EMPURRANDO SUA BICICLETA DESDE QUE NÃO CONTEM, COM AJUDA DE TERCEIROS.
5- TODO CICLISTA QUE PÔR QUALQUER CIRCUNSTÂNCIA ATINGIR A CHEGADA SEM A BICICLETA SERÁ DESCLASSIFICADO.
 6- CASO DOIS OU MAIS CICLISTAS ESTEJAM EM DISPUTA LADO A LADO NA LINHA DE CHEGADA NÃO LHES SERÃO PERMITIDO TIRAR AS DUAS MÃOS DO GUIDÃO, PODENDO FAZÊ-LO SOMENTE SE ESTIVER EM VANTAGEM DE UMA BICICLETA NO MÍNIMO, AINDA ASSIM QUANDO NÃO OFERECER RISCO AO ADVERSÁRIO.
7- NA CHEGADA O CICLISTA DEVERÁ MANTER-SE EM LINHA RETA NO SPRINT FINAL, DEVERÁ MANTER A LINHA INICIAL NÃO SENDO PERMITIDO EM NENHUMA SITUAÇÃO AS MUDANÇAS BRUSCAS COM O OBJETIVO DE PREJUDICAR O ADVERSÁRIO.


8) PREMIAÇÃO
1- TODO CICLISTA COM DIREITO A PREMIAÇÃO ESTARÁ OBRIGADO A COMPARECER NO PODIUM OU LOCAL DETERMINADO PARA ESSE FIM ATÉ NO HORÁRIO DETERMINADO PELA ORGANIZAÇÃO DA PROVA.
2- TODO CICLISTA DEVERÁ APRESENTAR-SE NO PODIUM DEVIDAMENTE UNIFORMIZADO.
3- A PREMIAÇÃO SERÁ NO LOCAL DE CHEGADA.
3.1- ELITE: 
1° - 1.200,00 + TROFÉU
2° -    800,00 + TROFÉU
3° -    600,00 + TROFÉU
4° -    400,00 + TROFÉU
5° -    300,00 + TROFÉU
6º AO 10º LUGAR 100,00 + MEDALHA
.
MASTER B:
1° - 700,00 + TROFÉU
2° - 600,00 + TROFÉU
3° - 400,00 + TROFÉU
4° - 250,00 + TROFÉU
5º - 150,00 + TROFÉU

MTB:

1° - 600,00 + TROFÉU
2° - 450,00 + TROFÉU
3° - 350,00 + TROFÉU
4° - 250,00 + TROFÉU
5º - 150,00 + TROFÉU


MASTER C: 
1° - 550,00 + TROFÉU
2° - 450,00 + TROFÉU
3° - 350,00 + TROFÉU
4° - 200,00 + TROFÉU
5º - 100,00 + TROFÉU

FEMININO:
1° - 250,00 + TROFÉU
2° - 150,00 + TROFÉU
3° - 100,00 + TROFÉU
4° - 100,00 + TROFÉU
5º - 100,00 TROFÉU

9) PENALIZAÇÃO COM DESCLASSIFICAÇÃO
- INFORMAÇÕES ERRADAS OU FALSAS NA FICHA DE INSCRIÇÃO.
- PEDALAR SEM CAPACETE DURANTE A PROVA.
- USO DE MP3 (IPOD E SIMILARES) DURANTE O PERCURSO.
- MANOBRAS DESLEAIS CONTRA OUTRO BIKER.
- CORTAR CAMINHO (NÃO PASSAR PELO TRAJETO DEMARCADO) OU PEGAR CARONA DURANTE A PROVA.

10) RECURSO
SÓ SERÃO ACEITOS RECURSOS ESCRITOS, ENTREGUES NA COMISSÃO DIRETORA, DURANTE O TRANSCORRER DA PROVA
OU ATÉ 30 MIN APÓS A CHEGADA DO INTERESSADO. RECURSOS CONTRA O RESULTADO, ATÉ 10 MINUTOS APÓS
SUA DIVULGAÇÃO. SÓ SERÃO JULGADOS OS RECURSOS POR ESCRITO E ACOMPANHADOS DE UM DEPÓSITO NO VALOR
DE R$ 100,00 (CEM REAIS). SE FOR JULGADO PROCEDENTE, O DEPÓSITO SERÁ DEVOLVIDO, CASO CONTRÁRIO, SERÁ
DOADO A UMA INSTITUIÇÃO DE CARIDADE.

OBS: CASOS OMISSOS SERÃO JULGADOS PELA COMISSÃO DIRETORA DA PROVA.